Os piores erros que pode cometer se está à procura de emprego

Lupa

Por em Desemprego


Ter que procurar trabalho não é uma tarefa agradável mas que tem que ser feito, e quanto menos erros forem cometidos mais hipóteses existem de colocação.

Quando estamos há algum tempo no desemprego e a esperança começa a desvanecer-se, é importante não cometer erros que possam agravar ainda mais o nosso estado psicológico. Se estivermos em baixo não vamos conseguir ter uma boa performance na entrevista ou vontade de lutar.

Cursos de Formação com Desconto →

Os jovens têm mais facilidade em conseguir um emprego, apesar da elevada taxa de desemprego, pois estão mais aptos às novas tecnologias e passam mais tempo na Internet. Ao mesmo tempo estão presentes em todas as redes sociais importantes, e dão-se a conhecer através de trabalhos esporádicos que vão angariando na rede global.

Para uma pessoa que trabalhou uma vida inteira numa empresa e que agora se encontra no desemprego é muito mais difícil a aprendizagem e a sua recolocação. Durante muitos anos esta pessoa sentiu-se confortável na função que desempenhava, e nunca pensou um dia ter que voltar a procurar emprego num cenário tão complicado como o atual.

A verdade é que existem menos ofertas de emprego do que há uns anos atrás, e há cada vez mais desempregados a lutar por uma oportunidade, por isso qualquer deslize poderá deitar por terra um emprego que há tanto tempo é desejado.

Seja qual for a sua situação é fundamental não baixar os braços e tentar não cometer os seguintes erros.

Candidatar-se a qualquer emprego

Este é um erro tremendo e que continua a ser prejudicial a quem o comete. As empresas de recrutamento têm software sofisticado que avalia o seu currículo e deteta as suas candidaturas. Se você estiver constantemente a candidatar-se, sem critério, a anúncios da mesma empresa, será adicionado a uma lista negra e nunca mais será contactado.

Estragar uma entrevista

Existem muitas formas de você estragar uma entrevista, desde a falta de preparação prévia, vestuário inadequado, dificuldades de comunicação, mentiras, etc. Acima de tudo é fundamental uma boa preparação, por isso leia os seguintes artigos e prepare melhor a sua entrevista:

Não corrigir os seus erros

Quando entrar em contato com uma empresa, uma pessoa ou até no seu currículo ou carta de apresentação, verifique sempre se existem erros ou frases mal construídas. O cuidado que você tiver com a sua escrita será observado por quem lê, e isso são pontos a seu favor.

Se por ventura já esteve em entrevistas ou as suas candidaturas não deram em nada, procure alterar o conteúdo ou a abordagem e meça os resultados.

Não ter organização e planeamento

É importante ter uma lista de tarefas e ao mesmo tempo um planeamento diário ou semanal do que deve fazer para procurar emprego. Nesse planeamento deve incluir idas a empresas, idas ao Centro de Emprego da sua área de residência, contatos telefónicos, e-mails enviados, pesquisas em classificados de jornais, pesquisas em portais de emprego na Internet, entre outros. Deve tentar ter tudo minimamente organizado para conseguir aceder facilmente quando precisa.

Ter uma atitude negativa

Compreendemos que seja difícil estar no desemprego vendo os dias e os meses a passar sem qualquer esperança, mas por mais difícil que seja deve tentar sempre remar contra o pessimismo e negativismo.

Tente não mostrar pessimismo quando estiver a dialogar com alguém ou numa entrevista, normalmente as empresas e as pessoas bem-sucedidas não gostam de pessoas queixosas com a vida.

Nós ajudamos a encontrar
o emprego certo para si.

Nós ajudamos a encontrar os
candidatos certos para a sua empresa.