Terminei os estudos e agora?

Jovem pensativo

Por em Aconselhamento


Muitos jovens portugueses enfrentam este dilema, terminam os estudos e não sabem o que será o seu futuro.

O desemprego jovem continua a ser uma preocupação, continua acima dos 30%, umas vezes desce outras sobe, mas continua preocupante e nem algumas medidas do governo conseguem suster este flagelo.

O planeamento das escolas relativamente aos cursos não foi o desejado nos últimos anos, mas isso não explica tudo relativamente ao desemprego. Os sucessivos cortes orçamentais têm prejudicado não só o ensino como a economia nacional, deixando milhares de jovens qualificados sem emprego.

Cursos de Formação com Desconto →

O estrangeiro parece ser o cenário mais apetecível para quem termina os seus estudos, mas nem tudo são rosas e há relatos de jovens a passar dificuldades noutros países.

Terminaste os estudos e não sabes o que vais fazer daqui para a frente? Lê algumas das nossas sugestões.

Estágios Profissionais

O Governo Português lançou medidas de combate ao desemprego jovem, o “Programa Estágios Emprego” tem como objetivo incentivar as empresas a recrutar jovens qualificados para estágio, que posteriormente podem ficar nas respetivas empresas. Existem diversos tipos de estágio e as condições variam de uns para os outros, mas no essencial o candidato terá que ter no mínimo qualificação de Nível 3, idade compreendida entre os 18 e 30 anos e estar inscrito no Centro de Emprego.

Empreendedorismo

O empreendedorismo poderá ser uma porta de entrada no mercado de trabalho pela via de criação do próprio emprego. Não é toda a gente que arrisca criar o seu posto de trabalho, mas muitas têm tido sucesso. Se tens uma ideia de negócio que gostavas de implementar mas não tens condições financeiras para avançar, consulta o “Programa Investe Jovem”, uma medida do Estado Português para promover o empreendedorismo jovem.

Aprende a candidatar-te

O processo de recrutamento é feito em diversas fases e é necessário fazer uma preparação prévia para cada uma delas. É natural que na primeira entrevista de emprego estejas mais nervoso e não corra como esperas, mas através dessa experiência menos boa poderás melhorar e preparar-te melhor para futuras entrevistas. No tempo que estiveres desempregado opta por aprender algo mais como por exemplo uma língua nova, será certamente uma mais-valia face a outros candidatos em iguais circunstâncias.

Ganha mais experiência

Qualquer empregador procura candidatos com alguma experiência, e se no teu caso ainda não fizeste um estágio profissional, opta por assistir, se possível, a seminários, conferências, feiras de emprego, feiras técnicas, ou outro tipo de eventos relacionados com a tua área onde possas aprender algo mais e quem sabe conseguir um estágio ou um pequeno trabalho como freelancer.

Cria um Portfólio

Qualquer recrutador gosta de ver trabalhos elaborados pelos candidatos, por isso é importante ter alguma coisa para mostrar quando envias a tua candidatura. Enquanto estiveres desempregado procura criar trabalhos em regime freelancer para clientes, ou não, só mesmo para teres um Portfólio que possas depois mostrar a empresas.

Nós ajudamos a encontrar
o emprego certo para si.

Nós ajudamos a encontrar os
candidatos certos para a sua empresa.