Atitudes que podem manchar a sua carreira

Trabalhador Insatisfeito

Por em Carreira


Na nossa vida profissional nem sempre tudo corre como desejamos, às vezes perdemos o controlo emocional e podemos manchar toda uma carreira.

Quem já teve um emprego ou está empregado sabe que trabalhar em comunhão com outras pessoas e em equipas é difícil e desgastante. Todos têm ideias e opiniões diferentes, e também é preciso saber lidar com feitios complicados.

O importante para conseguir ter sucesso na vida profissional é encontrar um equilíbrio emocional que não nos faça reagir intempestivamente quando as coisas correm menos bem. Não é fácil, sobretudo para pessoas nervosas que reagem imediatamente e sem pensar nas consequências.

Cursos de Formação com Desconto →

Hoje em dia ter um emprego estável é quase uma raridade, e outras pessoas podem aproveitar-se dessa situação para nos colocar em cheque – todo o cuidado é pouco. Procure relacionar-se apenas e estritamente para assuntos profissionais com pessoas que lhe possam causar problemas. Mas não deixe de comunicar só porque não gosta de uma certa pessoa, porque quem fica a perder é a empresa.

As relações humanas são complexas, quer seja num relacionamento amoroso ou mesmo no mundo profissional. Por tudo isto é que a vida é fascinante, porque podemos conhecer pessoas totalmente opostas de nós, e é sempre um desafio profissional superar essas barreiras e tentarmos melhorar a nossa personalidade e auto-controlo emocional.

Mas não são só as relações e a forma como lidamos com elas que podem prejudicar-nos no emprego. Também a nossa falta de motivação e empenho podem ser prejudiciais para nós e para a empresa. Nenhum patrão está disposto a perder dinheiro, e se isso implicar a sua saída ele não terá qualquer problema em despedi-lo(a).

Segue uma lista de algumas atitudes que não deve ter para não prejudicar a sua carreira presentemente e no futuro.

Não levar a formação muito a sério

A formação é essencial para aquisição de novas competências e enriquecer o conhecimento. Com o mercado de trabalho tão competitivo em que pequenos detalhes fazem a diferença entre dois candidatos, a formação torna-se essencial para marcar posição em determinadas áreas.

Se essas formações forem pagas pela empresa, você ainda poupa dinheiro, que provavelmente teria que pagar numa entidade privada de ensino.

Mentir

A mentira surge quando temos necessidade de esconder asneiras que fizemos e que não queremos que outros saibam. Mais tarde ou mais cedo a verdade pode ser descoberta, e dependendo da gravidade do erro, podemos ou não ficar com a carreira completamente manchada.

Manchar a sua reputação nas redes sociais

Ninguém duvida das potencialidades das redes sociais, elas estão a mudar o mundo e a forma como nos ligamos entre todos.

O problema da privacidade na Internet irá durar por muitos anos, mas nós utilizadores devemos saber estar e sobretudo ter cuidado com o que escrevemos. Se não tivermos as definições de privacidade bem configuradas, qualquer pessoa pode ler o que escrevemos, e ninguém quer ser prejudicado no emprego ou na carreira por algo que escreveu numa rede social.

Criticar ou caluniar excessivamente alguém ou algo

Todos devemos ser críticos com o objetivo de melhorar aspetos da empresa onde trabalhamos, mas isso não deve ser motivo para sermos desrespeitosos e não aceitarmos que os outros podem ter uma opinião diferente da nossa. Existem certos limites que não devemos transpor, e cada um deverá ter noção de quais são esses limites.

Ter uma relação demasiado crispada com o seu chefe

O patrão tem sempre o queijo e faca, apesar de alguma proteção que a lei concede aos trabalhadores. Ele não deverá ter problemas em despedi-lo(a) quando o copo transbordar – e lembre-se que ninguém é insubstituível.

Não controlar a sua ingestão de álcool

O vício do álcool pode ser terrível para um trabalhador. Trata-se de um problema complexo e de difícil resolução, e em que a pessoa deve ter consciência que deve tratar-se para evitar males maiores.

Se é o seu caso, procure ajuda junto de um especialista antes que o azar lhe bata à porta e fique sem emprego.

Preocupar-se apenas e em demasia com o dinheiro

O dinheiro pode não trazer felicidade mas vai ajudando a pagar as despesas todos os meses. Ninguém dúvida da sua importância, mas também não deve ser o único motivo de preocupação.

Perder contato com referências profissionais

Quando deixamos um emprego ou um colega nosso vai trabalhar para outra empresa, é importante manter as relações vivas. O mercado de trabalho atual vive muito do networking e das relações entre os vários profissionais.

Ter uma boa base de referências é fundamental para encontrar emprego mais rapidamente, quando ficamos desempregados ou queremos dar o salto para outra empresa.

Deixar o emprego com maus modos

Qualquer profissional tem o direito de ficar desagradado com alguma coisa que possa ter acontecido na empresa, ou com algum relacionamento mais crispado, mas isso não deve ser razão suficiente para reagir com maus modos e ser indelicado(a).

Se você quiser sair da empresa por sua conta e risco e com maus modos, poderá não conseguir obter a carta para entregar no Centro de Emprego para assim poder receber o subsídio de desemprego.

Nós ajudamos a encontrar
o emprego certo para si.

Nós ajudamos a encontrar os
candidatos certos para a sua empresa.