9 Ideias para criares o teu próprio negócio em 2020

mulher a trabalhar ao computador

Por Ofertas de Emprego em Carreira 02-04-2020


Sabes que queres abrir um negócio teu, mas não sabes como começar. O momento que vivemos pode ser assustador mas pode ser também a altura ideal para começares a pôr em prática esse desejo. Se o que queres é ser um empreendedor, é muito importante começar por ter uma ideia sólida de negócio. E tudo o que precisas é um pouco de inspiração e muita garra.

A lista que apresentamos inclui 9 ideias de negócio para te inspirar a seguir em frente e encontrar sucesso.

Não tenho dinheiro, como posso começar o meu negócio?

definir um plano de estratégia

Não vais precisar de muito dinheiro para ter uma pequena empresa/negócio. O primeiro passo para criar um negócio sem dinheiro é, enquanto estás no teu emprego actual, começares a trabalhar no teu projecto pessoal em part-time. Depois, desenvolve um plano de negócio e faz uma an

álise de mercado, do teu consumidor e potenciais problemas que possam surgir. Podes utilizar a ferramenta SWOT (força, fraquezas, oportunidades e ameaças). Depois desta análise vais perceber os recursos que tens e as necessidades financeiras que necessitas. Depois de saber o valor exacto que vais precisar, podes usar plataformas de crowdfunding.

 

1. Copywriter freelancer

Tens o dom da palavra e alguns conhecimentos de marketing, podes facilmente estabelecer-te como um copywriter freelancer. Seja para escrever conteúdo para blogs, para sites ou comunicados de imprensa, há sempre negócios que necessitam de alguém que escreva bom conteúdo. Certamente que, se te conseguires destacar, vais conseguir arranjar trabalho sem problema. Se quiseres adicionar um pouco ao teu conjunto de competências para esta área, aprende sobre SEO (search engine optimization), para ajudar os teus clientes a atingirem mais rapidamente os seus clientes.
Este tipo de trabalho é uma óptima ideia para fazer em casa, basta teres uma boa conexão à internet e podes estar a trabalhar. E se começares a arranjar trabalhos e boas referências, podes até fazer deste trabalho o teu trabalho full-time.

Para começar, podes procurar nos sites de emprego por pedidos que indiquem Copywritter ou podes inscrever-te em site de trabalho remoto como o Upwork. Os valores podem começar por 10€ por hora, mas se conseguires elevar o teu portefólio é possível chegar aos 100€/h.

2. Serviços de transcrição

Este tipo de serviços é óptimo para quem tem um óptimo ouvido e consegue escrever à velocidade da luz, é uma ideia de negócio que também podes fazer facilmente a partir de casa e com horários flexíveis. Se não queres começar logo com este trabalho a full-time ou ainda tens um emprego, podes aceitar só alguns trabalhos que consigas fazer depois da hora do teu trabalho actual.

3. Traduções

De acordo com uma pesquisa feita pelo IBISWorld, a área dos serviços de tradução está a crescer 5% anualmente. E esse indicativo não está a dar sinais de abrandar, na era digital da internet, este mercado abre-se a empreendedores de todos os países do mundo que têm conhecimentos em várias línguas.

É possível fazer vários tipos de serviços de traduções, pode-se fazer traduções de documentos simples até ao conteúdo de sites para que sejam usados noutros mercados. Se sabes mais que um língua criar um nicho neste mercado pode levar-te a seres muito bem-sucedido.

4. Marketing Digital

A importância da internet está a crescer cada vez mais nas nossas vidas e nas vidas das empresas. Se isto era uma realidade e as empresas em Portugal estavam a caminhar lentamente nesta direcção, agora com a pandemia a alastrar de norte a sul e pelo mundo, uma boa presença na web é um fator chave. Mas não basta estar online, porque já existem milhares de empresas online, é preciso saber elaborar uma estratégia e saber como existir no mundo virtual. Para isso existe o marketing digital. Este tipo de serviços é aplicável de forma transversal a todo o tipo de empresas, pequenas ou grandes. É mais comum para as pequenas e médias empresas requisitarem este tipo de serviços em regime outsource, isto permite que se possa trabalhar a partir de casa.

Para isto é preciso ter conhecimentos em SEO, gestão de redes sociais, email marketing ou marketing de conteúdo, podes facilmente de abrir um negócio em que prestes este tipo de serviços a partir de casa.

5. Designer Gráfico

Na continuação da presença online das empresas, se a empresa vai fazer essa transição para a web vai ter que se conseguir destacar em todos os sentidos para que consiga competir com todas as que já existiam. Isso significa ter um site bem desenhado e desenvolvido, e que todos os materiais promocionais offline estejam em coerência com a imagem da marca.

Se tens um olho criativo para organizar conteúdo e que fique visualmente agradável, podes começar a fazer alguns trabalhos de design, como: posters, flyers ou publicidade digital. E para começar não precisas de muito mais que um computador com o software necessário e uma secretária.

6. Serviços de limpeza

Se gostas de limpezas, podes facilmente transformar isso num negócio. Com pouco mais que um ou dois colaboradores, alguns produtos de limpeza e transporte, podes oferecer este tipo de serviços a clientes privados, aos condomínios e até empresas. Este tipo de negócio é relativamente fácil de implementar, precisas apenas de força de vontade, algum conhecimento de marketing para destacar a tua empresa e muita dedicação.

Podes analisar a concorrência, perceber o tipo de serviços e como te podes destacar; implementa serviços Premium que os outros não tenham, onde possas cobrar um extra.

7. Atendimento ao domicílio

Talvez a atividade mais necessária neste momento. Em Portugal temos muitos idosos que vivem sós, que em circunstâncias normais já têm alguma dificuldade em fazer todas as tarefas dentro e fora de casa, agora com o isolamento as coisas podem ficar muito complicadas. Infelizmente é um tipo de serviço que vai crescer, uma vez que a nossa sociedade está cada vez mais envelhecida.

Para começares um negócio nesta área não necessitas de formação na área da saúde, apesar de algumas competências nesse sentido seriam uma boa adição. Geralmente as necessidades vão mais no sentido de ajuda nas tarefas de casa, limpeza, fazer as refeições, ajuda na mobilidade dentro de casa ou ir fazer compras. Podes ir neste sentido e começar um negócio que desenvolva estes serviços.

8. Vendas online – sem armazém

Muitos negócios online não possuem inventário e vão buscar os seus produtos a revendedores. Se não te queres aventurar com um site, podes começar a vender produtos de forma fácil através dos markeplaces, como o OLX, DOTT, Amazon ou Ebay.
Este pode ser um óptimo negócio em part-time para conseguires gerar mais algum rendimento e não precisas de ter muito inventário ou espaço para fazer as encomendas.

9. Pet sitting

Há cada vez mais pessoas a adquirir um animal de estimação, este aumento reflete-se no mercado de produtos de animais, um mercado que está em forte crescimento. Isto significa que as pessoas cuidam cada vez melhor dos seus animais, que querem que estes tenham melhor uma qualidade de vida.

Quando os donos dos animais vão trabalhar, passar férias, ou viagens de trabalho, vão ter necessidade de que alguém cuide do seu animal. Aqui entra o pet sitting, este tipo de negócio pode incluir os serviços de cuidar do animal, levar a passear, fazer treinos, dar comida, brincar até ir ao veterinário. E podes interligar este tipo de negócio com outro que possas fazer em casa e no computador.

Por onde começar?

Se queres tirar o máximo partido de um negócio deves começar pelas áreas em crescimento. Dito isto, se tiveres conhecimentos nestas áreas vais conseguir vingar mais facilmente seja em que área for. Se nenhuma destas áreas se aplica aos teus conhecimentos, podes aproveitar e começar a tirar uns cursos online. Existem cursos gratuitos a ser disponibilizados por várias universidades dos Estados Unidos e o Google tem cursos gratuitos também

 

Melhor que ninguém, tu sabes que tipo de negócio te vai trazer mais felicidade e satisfação, aplica-te e faz acontecer.