Como fazer uma análise SWOT pessoal

mulher a fazer um plano ao computador

Por Ofertas de Emprego em Carreira 01-04-2020


Na tua vida profissional vais conseguir ter mais sucesso se conseguires aplicar ao máximo todos os teus pontos fortes. Ao mesmo tempo, terás menos problemas se conseguires identificar os teus pontos mais fracos e como os melhorar.

O que é uma análise SWOT?

Uma análise SWOT (strength, weakness, opportunity and threat ) é uma ferramenta estratégica utilizada para avaliar o passado, o presente e o futuro de uma empresa. Traduzido para português significa, forças, fraquezas, oportunidade e ameaças.

  • Forças: são todas as qualidades que te ajudam a ter sucesso profissional de forma consistente;
  • Fraquezas: são as tuas características pessoais, que te impedem de evoluir profissionalmente;
  • Oportunidades: ou possibilidades das quais podes tirar proveito para evoluir profissionalmente;
  • Ameaças: tudo o que impede de atingir os teus objectivos profissionais.

O que torna esta ferramenta especialmente poderosa é a sua simplicidade. Basta ponderares um pouco sobre algumas questões e vai ajudar-te a descobrir um conjunto de oportunidades, que de outra forma não irias dar conta. Ao perceber os teus pontos fracos, vais conseguir eliminar as ameaças que te impediriam de avançar a nível profissional.

Identifica o objectivo que queres alcançar

Antes de começar a fazer a análise deves traçar o teu objectivo. Vais ter que ser muito preciso, especificar o tempo de duração até o atingir e como é que vais saber que o atingiste (como é que avalias o sucesso).
Como fazer esta análise
Começa por fazer uma tabela com 4 colunas, onde vais colocar as respostas às perguntas que te vamos dar, para construíres a tua análise pessoal.

 

análise swot

FORÇAS

– No que é que és bom a fazer? (naturalmente)
– O que é que consegues fazer melhor que os teus colegas?
– O que é que os outros, especialmente o teu patrão/chefe, apontam como sendo os teus pontos fortes?
– Quais as conquistas de que te orgulhas mais?
– Quais os valores em que acreditas e que os teus colegas não conseguem exibir? (empatia, autenticidade, autonomia, entre outros)

FRAQUEZAS

– Que tipo de tarefas evitas fazer porque te sentes pouco confiante enquanto a fazes?
– Do ponto de vista dos teus colegas quais seriam as tuas maiores fraquezas?
– Estás confiante na tua formação e nas competências técnicas que aprendeste? Se não, o que achas que te falta?

OPORTUNIDADE

– Que nova tecnologia te pode ajudar?
– A área profissional onde estás está a crescer? Se sim, como é que te podes aproveitar desta situação?
– Possuis uma rede de contactos estratégicos que te pode ajudar ou aconselhar?
– Há alguma posição na tua empresa que não esteja a ser preenchida e haja necessidade disso?

AMEAÇAS

– Qual é o maior obstáculo que tens agora no trabalho?
– Há algum colega que esteja a competir contigo para uma posição na empresa ou para projectos?
– As novas tecnologias estão a ameaçar o teu emprego?

Esta análise deve ser feita a nível introspectivo e da perspectiva dos que estão ao teu redor. Tenta ser o mais objectivo possível, não há necessidade de modéstia ou timidez. Saber os nossos pontos fortes e sermos confiantes com isso, torna-nos pessoas mais confiantes e felizes e isso vai reflectir-se na vida profissional

Agora que já tens as respostas às perguntas, é preciso avaliar os resultados. Começa por fazer corresponder. Podes fazer corresponder duas categorias para determinar um plano de acção.
Por exemplo: corresponder as forças com as oportunidades, vai mostrar onde podes ser mais agressivo e tomar uma atitude para conseguir progredir na carreira profissional. Por outro lado, corresponder as fraquezas com as ameaças, vai expor as áreas onde precisas melhorar ou que deves evitar.

Outra forma é a conversão dos negativos em positivos – por outras palavras, convertes as tuas fraquezas em forças e ameaças em oportunidades. Como podes fazer? Aprender novas competências, ou tornar uma fraqueza numa força de forma mais criativa. Por exemplo, és bom conversador mas estás num emprego em que estás mais isolado e que requer mais silencio, podes começar a procurar um emprego que te permita falar mais, como comercial.

 

Assim que começares a usar esta ferramenta e vejas resultados, vai apontando todo o teu progresso. Podes configurar um conjunto de medidas e objectivos, e continuar a trabalhar para os alcançar. Vais ver que passo a passo as coisas vão começar a mudar e vais estar onde desejas estar. Portanto, começa hoje!