4 Sinais que indicam que está no emprego errado

Preocupação

Por em Aconselhamento


Uma grande parte dos trabalhadores portugueses sente que está no emprego errado, uns por culpa própria, outros por necessidade. Há vários motivos para que a insatisfação seja grande, tais como: pressão dos familiares, falta de estudos, condições do mercado, dificuldades financeiras, etc.

Nas últimas décadas as escolas e universidades não souberam preparar os seus alunos para o mercado de trabalho. Muitos foram os cursos sem saídas que formaram pessoas para cargos ou áreas sem qualquer emprego, e que depois motivaram esses mesmos alunos a enveredar por outras áreas.

Também as amizades, namoros e a família podem levar algumas pessoas para caminhos profissionais diferentes daqueles que idealizaram, mas a principal razão para estar no emprego errado é conjuntura desfavorável entre a oferta e procura de emprego.

Cursos de Formação com Desconto →

Devemos estar conscientes das nossas opções e daquilo que elas nos podem trazer de bom e de mau, e não devemos olhar para trás com arrependimento. Se sabemos mudar para pior também sabemos mudar para melhor, nem que isso demore alguns anos. Se realmente gostamos de fazer algo em concreto e não nos sentimos bem a fazer outras coisas, se surgir essa possibilidade de mudança de emprego devemos acreditar nela e arriscar.

O pior que nos pode acontecer é estarmos num local, num emprego, numa empresa, numa profissão, ou qualquer outra coisa que não gostamos e onde estamos contrariados. Não é uma solução definitiva para o problema, e devemos sempre procurar alterar essa situação em vez de nos resignarmos.

No caso de haver dependentes a situação toma outras proporções, não podemos pensar só em nós, mas nunca devemos excluir uma mudança se houver essa oportunidade.

Se o seu problema é identificar o que está errado com o seu emprego, saiba que existem sinais que podem indicar que algo está a correr mal. Tome nota de pelo menos 4 sinais que podem parecer naturais, mas que poderão indiciar algo de errado com o seu emprego.

Falta de motivação

A falta de motivação é muito frequente em Portugal e muito por culpa dos baixos salários, da precariedade laboral, da falta de cultura de algumas empresas, e de outros fatores desestabilizadores externos.

Se você gosta realmente do que faz e tem falta de motivação, o problema advém de fatores externos. Deverá procurar perceber o que o apoquenta e tentar livrar-se desse problema para conseguir ser feliz no trabalho.

No caso de você não gostar do que faz e estar permanentemente desmotivado, o problema poderá estar associado à sua escolha profissional, e nesse caso você só vai conseguir ser feliz mudando de emprego para uma área onde se sinta mais confortável. Poderá ser uma mudança de risco, e tem de ser bem calculada para não ficar sem emprego. Recomendamos que adquira mais competências e conhecimentos através de cursos de formação antes de decidir dar o salto.

Andar sempre à procura de novo emprego

Não existe mal nenhum em procurar um novo desafio profissional de vez em quando, ou mesmo estar atento ao que o mercado vai oferecendo, no entanto pode ser preocupante quando você deixa de procurar um novo emprego na sua área e está constantemente ansioso por encontrar um novo emprego.

Às vezes somos influenciados por amigos e familiares que têm um vencimento superior e que na opinião deles consideram que estamos a ser mal pagos, mas quando se tratam de pessoas fora da nossa área profissional às vezes isso pode não ser bem verdade. Na generalidade os trabalhadores portugueses são mal pagos, portanto se a sua desmotivação está relacionada com questões salariais você terá que pedir um aumento – ninguém o vai demitir por causa disso.

Problemas relacionais no emprego atual

É normal haver problemas e desaguisados profissionais em qualquer empresa, faz parte do relacionamento humano, o que não pode acontecer é você estar constantemente martirizado com esses problemas e andar à procura de pequenas vinganças.

Se a sua relação com colegas ou com o patrão está numa fase extrema, talvez seja boa ideia você procurar outro desafio profissional e cortar o mal pela raiz.

Estar no cargo apenas por dinheiro

O dinheiro ajuda e ainda mais em tempos de crise, no entanto para alguém que sonha fazer carreira ou receber uma promoção, trabalhar apenas pela cor do dinheiro só trará infelicidade no trabalho.

Se para si ser feliz é estar motivado e alegre a fazer aquilo que gosta, então deve abdicar de uma parte do dinheiro que recebe para tentar ser mais feliz. Se você trabalha arduamente em algo que não gosta apenas porque é bem pago e não pode abdicar disso, procure aliviar mais a sua carga horária e tente encaixar outras atividades que o possam motivar mais – por exemplo, atividades desportivas.

Nós ajudamos a encontrar
o emprego certo para si.

Nós ajudamos a encontrar os
candidatos certos para a sua empresa.