4 Maneiras de perder a confiança do seu patrão

Patrão Grita com empregados

Por em Direção e Patrões


A confiança é o que motiva as equipas a trabalhar em conjunto e em prol do mesmo objetivo, e se essa se quebra entre dois elementos tudo pode desabar.

Hoje mais do que nunca temos que confiar no trabalho dos outros para conseguirmos ter o nosso pronto a tempo horas. Não podemos fazer todo o trabalho nem estar em todo o lado, e por isso o trabalho dos nossos colegas também é importante.

Às vezes achamos que faríamos melhor que alguém ou mais rápido, mas também temos que ser justos, talvez o colega esteja no departamento errado, talvez esteja com problemas pessoais, talvez seja mais eficiente em outras tarefas ou então nós é que estamos no departamento errado. Temos que ser justos e dar o beneficio da dúvida quando trabalhamos em equipa.

Cursos de Formação com Desconto →

A mesma coisa acontece com o patrão, se ele não confiar em nós também não vai conseguir atribuir-nos tarefas com mais responsabilidade, não haverá perspetivas de progressão e as coisas até podem azedar e acabar com um despedimento ou demissão.

Se com um colega uma situação de falta de confiança é contornada mais facilmente, no caso do patrão as coisas podem ser mais difíceis de ultrapassar uma vez que o tratamento começa a ser diferente. Ele poderá inclinar-se mais para outros colaboradores e quando há benefícios a distribuir somos preteridos.

Como é que podemos perder a confiança do nosso patrão?

Prometendo algo que não conseguimos atingir

Quando temos alguma responsabilidade numa empresa principalmente na definição de prazos, devemos ter o cuidado de estar em sintonia com o patrão ou alguém superior no sentido de evitar atrasos ou multas que daí advenham.

Se temos que entregar uma encomenda a um cliente e já não é a primeira vez que falhamos o prazo, será sempre importante alertar o patrão que o mesmo irá suceder-se novamente, e tentar em conjunto encontrar uma solução para o problema. Também é importante conseguir-se encontrar uma resposta para que da próxima vez não aconteça o mesmo, porque mentir aos clientes poderá dar aso a estes queixarem-se junto do patrão tendo você como alvo.

Não respondendo a e-mails ou chamadas

Hoje em dia a comunicação com os clientes é fundamental para conseguir ter relações duradouras, e se algo se quebra pelo meio é mais um cliente que se perde e você acaba por ficar mal visto. Hoje você não pode desculpar-se que não viu, que não tinha Internet, etc, uma vez que as comunicações são melhores que nunca e Portugal está na linha da frente em termos de infra-estruturas na Europa.

Se o cliente não conseguir entrar em contato consigo é certo que falo-á com o seu patrão tendo como objetivo denegrir o seu perfil enquanto profissional.

Não reconhecendo a urgência

O mundo dos negócios anda cada vez mais depressa e o que anteriormente poderia ser feito num mês hoje tem que ser feito numa semana.

Sim, o mundo está cada vez mais acelerado e a quantidade de mão de obra é a mesma ou menos ainda, e tudo tem que estar pronto a tempo e horas. Não é fácil trabalhar num clima de constante pressão física e psicológica onde os prazos assumem-se como cruciais à sobrevivência de uma empresa. Se você não for capaz de perceber isso e adaptar-se, o mais certo é ser encaminhado para a rua.

Passando os problemas para os outros

Quando uma encomenda atrasa e um cliente fica furioso você tem que tentar por todos os meios aguentar a pressão e acalmá-lo. Só em última circunstância deve pedir auxilio ao seu patrão e nesse caso ambos tomam conta da ocorrência.

Outra coisa bem diferente é você ser culpado pelo estado ansioso e revoltado de um cliente por ter ignorado os seus contactos, os seus avisos e não querer saber se o produto ou serviço está atrasado ou não. Neste caso se você passa a pasta a outro colaborador ou para o patrão, ficará muito mal visto e todos acabarão por perder a confiança em si.

Assuma sempre a responsabilidade dos prazos, aja de forma cordial e sempre com o objetivo de satisfazer o cliente, só assim você conseguirá ser respeitado por todos, inclusive o seu patrão.

Nós ajudamos a encontrar
o emprego certo para si.

Nós ajudamos a encontrar os
candidatos certos para a sua empresa.