Mudar de emprego depois dos 40 anos

Mudar de emprego depois dos 40 anos

Por em Aconselhamento


Há uma altura na vida em que o emprego que temos pode deixar de fazer sentido nas nossas aspirações profissionais. Passam vários anos de promessas e sonhos, e chega-se aos 40 com as mesmas condições que tínhamos aos 30 ou ainda menos.

Aos 40 anos a nossa sabedoria está no ponto mais alto, e pode haver necessidade de quebrar uma ligação contratual para não piorar mais as coisas. A vida já vai a meio e ainda não fizemos tudo o que estava ao nosso alcance para ser felizes ou atingir metas que tínhamos traçado no passado.

É difícil olhar para os números do desemprego e achar que tudo vai correr bem ou vai ser fácil se decidirmos abandonar o emprego – não vai. Por outro lado pode ser uma experiência à resistência e capacidade de sofrimento, porque vai ser necessário batalhar muito especialmente contra os jovens.

Cursos de Formação com Desconto →

Se tem na ideia a vontade de sair do seu emprego ou vê-se atualmente numa situação de desemprego depois dos 40 anos, tome nota destas dicas.

Otimize o seu currículo

Aos 40 você já tem muita experiência e competências que um jovem ainda não tem. É esse o seu valor competitivo face a candidatos acabados de sair das escolas e universidades, e é aí que você tem que focar toda a sua atenção.

Ao redigir o seu CV não se esqueça de mencionar sempre que puder as competências e a experiência que você tem. No caso do CV Europass por exemplo, você pode preencher determinados campos com informações pertinentes à cerca das suas valências.

Veja este exemplo:

Preenchimento do campo ‘Posto de Trabalho a que se Candidata’ no CV: Consultor de Software Empresarial com experiência em integrações SAP

Nesta caso especifico frisámos a experiência que existe na integração com sistemas SAP, mas se você tiver conhecimentos de outros programas você pode até alterar consoante o emprego ao qual está a candidatar-se.

Preencha também cuidadosamente e com indicações precisas sobre a sua experiência e competências a zona da ‘Experiência Profissional’ e também nas zonas afetas às competências.

Readquirir conhecimentos

Aos 40 é normal que muita coisa que apreendemos na escola já não esteja na nossa memória, mas também nos últimos 20 anos muita coisa mudou e talvez não nos adaptámos convenientemente a essas mudanças.

Este conjunto de fatores pode ser benéfico para voltarmos a readquirir certos conhecimentos ou aprender coisas novas. Ficaremos seguramente mais conhecedores, seguros e podemos competir com algumas das armas que os jovens de agora têm.

Existem várias opções que podem ser equacionadas para aquisição de conhecimentos e competências como Cursos de Formação, Cursos de Especialização Tecnológica, Cursos do Centro de Emprego ou até mesmo um Curso Superior.

Reconhecer a sua responsabilidade

Se tomar a decisão de abandonar o seu emprego, essa é uma responsabilidade sua que pode transmitir quando for a uma entrevista de emprego. Também deve deixar a porta aberta da empresa de onde sair, quem sabe um dia não queira voltar ou a empresa querer oferecer-lhe novas condições para fazê-lo regressar.

Todos temos ambição de chegar mais longe e qualquer empresa tem de perceber isso como um objetivo pessoal. Ninguém pode criticar ninguém por querer procurar algo melhor, e não é pejorativo para a empresa atual ou para o seu patrão não estarem à altura desses sonhos. Faz parte do mercado de trabalho, e se sair a bem certamente que o apoiarão na sua nova jornada.

Nós ajudamos a encontrar
o emprego certo para si.

Nós ajudamos a encontrar os
candidatos certos para a sua empresa.