4 Mentiras que os empregadores utilizam com frequência

Homem de negócios

Por em Empresas


Numa entrevista de emprego é comum um candidato mentir para agarrar o lugar, mas sabia que o empregador ou recrutador também lhe mente?

Quando estamos a redigir o nosso currículo estamos calmos, por isso qualquer mentira que surja é feita de forma consciente e correndo certos riscos. Na entrevista as mentiras são mais recorrentes, há vários fatores que podem influenciar a nossa postura e que nos podem levar a mentir tais como a pressão do entrevistador, o nervosismo, a orientação do diálogo, etc.

Mas não são apenas os candidatos que mentem, muitas vezes inocentemente, também os recrutadores o fazem mas para descartar candidatos que não corresponderam às suas expetativas A pressão exercida pelas empresas para com a equipa de recrutamento assim o exige, sendo que em situações pontuais seria benéfico outro tipo de conduta até para não criar qualquer tipo de expetativa nos candidatos.

Cursos de Formação com Desconto →

Entre as mentiras mais recorrentes dos empregadores ou recrutador destacamos as 4 mais utilizadas.

“Iremos contactá-lo brevemente”

Se você for o escolhido é certo que o irão contactar, se não for, o mais certo é não receber a notícia. Nos tempos que correm existem imensos candidatos para uma vaga, e contactar cada um deles é uma tarefa demorosa que poderia ser ocupada a fazer outro trabalho, e as empresas precisam de se focar em novos objetivos.

Apesar de algumas empresas já terem programas informáticos que enviam essas notificações, a grande maioria não tem, e nenhuma empresa está interessada em colocar uma pessoa só a fazer esse trabalho.

“O salário que você pede está dentro da nossa ideia”

Quando um empregador solicita um valor de ordenado aos candidatos ele já tem na sua mente quanto quer pagar pelo cargo, apenas está à procura do candidato mais competente ao preço mais competitivo.

O salário não será o único fator a ter em conta num processo de recrutamento, mas tem muita influência na decisão. Peça o que considera justo para si face às suas competências e experiência.

“O seu currículo ficará numa base de dados para futuro contato”

É verdade que vai ficar numa base de dados, mas dificilmente será contactado no futuro porque a sua candidatura será marcada como inapropriada, e nunca mais voltará a ficar disponível para consulta corrente. Nestes casos, o melhor é partir para outra e não ficar a pensar mais no assunto.

“O seu currículo é interessante mas ainda não terminámos as entrevistas”

É um cenário que pode ser verdadeiro, no entanto o mais normal é você ter ficado na lista “B”. Caso o principal candidato não fique com o cargo por alguma razão, o empregador irá recorrer à lista “B” onde você está inserido. Na grande maioria dos casos os principais candidatos são colocados.

Conclusão final

A mentira faz parte das relações humanas e tanto candidatos como empresas recorrem a ela quando necessitam. Tal como nem todos os candidatos são iguais também as empresas são diferentes umas das outras, e nem todas utilizam os mesmos procedimentos.

Nós ajudamos a encontrar
o emprego certo para si.

Nós ajudamos a encontrar os
candidatos certos para a sua empresa.