O que mudou no mercado de emprego nos últimos 20 anos?

Teclado de computador

Por em Tendências


Sair da escola e ter trabalho garantido era quase uma rotina há uns anos atrás, mas hoje é difícil e cada vez será mais enquanto as políticas não mudarem.

Mas não é só a política que tem culpa no actual estado do emprego, o próprio mercado sofreu bastantes alterações por força da tecnologia. Apesar de hoje ser possível trabalhar remotamente ou viajar e trabalhar noutro país com maior comodidade, a verdade é que a tecnologia roubou e ainda vai roubar mais postos de trabalho ao nível da indústria principalmente, com a automatização de processos.

Cursos de Formação com Desconto →

Mas não é tudo, há 20 anos atrás não havia portais de emprego, os anúncios vinham nos jornais, as candidaturas eram demoradas, não havia emails e os empregos davam ideia de serem seguros e para a vida. À parte dos jornais tudo o resto hoje é diferente, mas há coisas boas que perduram e que devemos preservar e lutar por elas, como por exemplo os direitos laborais.

Competição

A competição por uma oferta de emprego hoje é talvez 20 vezes maior do que há uns anos atrás. Hoje qualquer pessoa tem computador ou tem possibilidade de aceder a um, e essa facilidade de encontrar portais de emprego e de receber alertas de anúncios aumenta muito a competitividade pelos mesmos. Hoje, em média, uma oferta de emprego recebe entre 100 a 250 candidaturas, um número que reflecte não só a situação do desemprego como a concorrência feroz que existe no mercado.

Caça ao talento

Anteriormente era extremamente complicado conseguir encontrar a pessoa certa para um cargo, ou porque estava a trabalhar noutra empresa ou porque não estava inscrita no Centro de Emprego. Hoje toda a informação profissional dos candidatos está na Internet, seja no Linkedin, Facebook ou outra rede ou website. Qualquer empresa tem acesso imediato aos perfis que procura, das pessoas que quer encontrar e é fácil entrar em contacto com as mesmas a propor um contrato.

Alargamento da área de pesquisa

Hoje encontrar emprego perto de casa é uma raridade, senão mesmo uma tarefa impossível em algumas áreas. É preciso alargar os horizontes quando procuramos emprego, seja ao nível distrital, nacional ou mesmo internacional.

Processos de recrutamento mais rápidos

Com o passar dos anos os processos de recrutamento e selecção ficaram cada vez mais rápidos. Hoje em média uma empresa demora cerca de 80 dias desde a colocação do anúncio até à escolha do candidato certo. Aqui a tecnologia tem uma grande quota parte de responsabilidade, uma vez que as empresas têm investido forte na compra de software cada vez mais avançado para ajudar na selecção dos candidatos.

Redes sociais

O surgimento das redes sociais veio alargar o leque de ofertas de emprego. Através das páginas do Facebook é possível ir recebendo anúncios atualizados ao minuto e assim estar a par das melhores ofertas do mercado.

Nós ajudamos a encontrar
o emprego certo para si.

Nós ajudamos a encontrar os
candidatos certos para a sua empresa.