Táticas que você pode usar contra a discriminação por idade

Homem sénior pensando

Por em Aconselhamento


Um dos grandes problemas do nosso século é a discriminação no mercado de emprego, nomeadamente com os profissionais seniores que são os que têm mais dificuldades em conseguir um emprego e os que enfrentam mais batalhas sociais.

Existem imensos fatores que podem condicionar o mercado de trabalho como a tecnologia, a idade, a formação, as competências, a concorrência, etc, mas neste momento os desempregados vêm o seu principal obstáculo nos outros desempregados.

Neste momento de um lado temos seniores com vasta experiência e conhecimento e do outro jovens sem experiência mas com formação. Se juntarmos a isso fundos comunitários e apoios ao desemprego jovem é normal que os profissionais seniores se sintam muitas vezes revoltados e angustiados. Não queremos dizer com isto que está errado apoiar os jovens, muito pelo contrário, mas achamos que devia haver mais igualdade nos apoios e oportunidades.

Cursos de Formação com Desconto →

A discriminação existe e vai continuar a existir enquanto os apoios não abrangerem todos, porque se uma oferta de emprego tem explicito que apenas aceita candidaturas até uma determinada idade, não podemos culpar alguém que está a tentar dinamizar o seu negócio com apoios do estado. Ora se esses apoios fossem estendidos a outras idades certamente haveria abertura por parte das empresas para contratar pessoas mais velhas.

Queixamos-nos todos que está mal, e de facto está, mas se nós tivéssemos o nosso negócio também iríamos estar a contar os tostões todos, e é mais barato ter um estagiário comparticipado pelo estado do que ter alguém pago por nós. Os custos de um empregado vão muito para além do seu salário, por isso é importante não só que o crescimento económico do país aconteça como também haja novas medidas de combate ao desemprego sénior.

Enquanto isso não acontece os desempregados seniores terão que ser imaginativos e tentar estar atualizados.

Tenha uma conta de Email

Hoje qualquer pessoa que tenha contato com o mundo digital necessita obrigatoriamente de ter um email. No seu currículo não deixe apenas a sua morada física, acrescente no topo logo após o seu nome o seu endereço de email. Quem ler o seu CV irá verificar desde logo que você está habituado às novas tecnologias e isso é uma mais valia para qualquer profissional sénior.

Tenha um número de Telemóvel

Hoje em dia todos os jovens comunicam através de telemóvel e é um dispositivo indispensável para quem quer estar sempre contactável. Não cometa o erro de colocar apenas o seu número fixo de casa no seu currículo, se possível substitua com o seu número de telemóvel. Se não tem telemóvel recomendamos que tente arranjar algum e comece a interiorizar que precisa das novas tecnologias para conseguir sobreviver nos dias de hoje.

Tenha um perfil no LinkedIn

O LinkedIn é a maior rede social profissional do mundo onde quase todas as empresas e profissionais estão. Qualquer empresa que esteja a recrutar vai sempre, ou quase sempre, a esta rede procurar pelos profissionais que se candidataram às suas vagas, e se você não estiver presente o mais certo é ser posto logo de lado. Crie o seu perfil com informação atualizada mas completa, a começar pela foto de perfil que deve ser verdadeira e condizente com a sua idade atual.

Esconda, quando possível, as datas

Um dos problemas que os profissionais seniores se deparam é com as datas, e tentam a todo o custo evitar mencioná-as ou escondê-las. No currículo isso não pode ser feito mas num perfil online é possível fazê-lo.

No LinkedIn por exemplo, você consegue facilmente remover as datas da sua formação bastando para isso selecionar em vez de um ano a opção “-“. Se colocar em ambas as datas essa escolha verificará que as datas desaparecem do seu perfil. Terá que repetir o passo para cada instituição de ensino que tiver no seu perfil.

Nós ajudamos a encontrar
o emprego certo para si.

Nós ajudamos a encontrar os
candidatos certos para a sua empresa.