Dicas para Candidatos Passivos

Trabalhador

Por em Carreira


Os candidatos passivos são aqueles que na generalidade têm emprego, não estão à procura de novas oportunidades e não têm particular interesse em acompanhar o mercado.

Este tipo de candidatos é muito difícil de atrair por parte das empresas, porque apesar de não estarem ativos podem perfeitamente aceitar mudar de emprego e podem corresponder melhor ao perfil exigido.

As redes sociais vieram de alguma forma ajudar as empresas a recrutar este talento. Se anteriormente os portais de emprego eram a única fonte de candidatos, hoje as empresa podem seguir profissionais tanto no LinkedIn como no Facebook – e até entrar em contato diretamente através destas redes.

Cursos de Formação com Desconto →

Todos sabemos bem que uma grande parte dos trabalhadores que estão no ativo procuram emprego regularmente, no entanto devido aos constrangimentos contratuais não podem expor-se como um candidato que está no desemprego.

Não tenha receio de dar o salto

Não é nenhum crime você ter um emprego e almejar algo mais para a sua carreira, é sinal que você tem objetivos e quer continuar a crescer profissionalmente. Para não criar nenhum sinal de alarme na sua atual empresa é fundamental que você seja um candidato passivo e não ativo na procura de um novo emprego. Você permanecerá alerta e a verificar as novas oportunidades de emprego do mercado, mas deverá candidatar-se apenas às quais considera ajustáveis à sua ideia de crescimento.

A bem da verdade, qualquer trabalhador empregado deve permanecer atento ao mercado, não só porque este é volátil, mas também para precaver um eventual despedimento.

Estando preparado para qualquer eventualidade, você poderá tomar as suas opções mais rapidamente e com a consciência que está a fazer o que é mais correto.

Seja um utilizador ativo do LinkedIn

O LinkedIn é a maior rede social profissional do mundo, e como tal todos os profissionais e empresas querem e devem estar presentes.

É perfeitamente normal que você tenha um perfil nesta rede e não deve intimidar-se para não o fazer. Através do LinkedIn você pode estar atento às suas referências, mas também mostrar-se enquanto profissional a outras empresas.

Escreva recomendações

O LinkedIn e outras redes sociais permitem que você possa escrever recomendações sobre outras pessoas. Naturalmente essas pessoas irão recomendá-lo(a) também, e isso fará com que outros profissionais possam saber um pouco mais sobre si em contexto profissional.

Entre no seio das redes sociais

Não fique apenas pelo LinkedIn, existem outras redes tão grandes ou maiores que esta, como é o caso do Facebook ou o Google+, mas também outras redes que estão em crescimento como o Xing ou o Viadeo, e que podem ser uma mais-valia para si.

Crie uma rede à sua volta

Não é preciso estar permanentemente ligado às redes sociais para fazer crescer a sua rede, basta de tempos a tempos ir adicionando pessoas que possam ser interessantes, aumentando assim as suas probabilidades de ser visto por outros utilizadores e empresas das redes. Ao adicionar ligações estará a aumentar o alcance do seu perfil profissional.

Mantenha-se ligado à sua rede

O sucesso conquista-se, e se você procura frutos do seu trabalho é necessário manter-se ligado à sua rede de ligações profissionais. Não crie perfis só para fazer figura presente que depois não usufrui, não é benéfico para si nem para quem visita esses mesmos perfis.

Veja listagens de emprego

As redes sociais têm ferramentas que são utilizadas pelas empresas e pelos sites de emprego para publicarem anúncios. Vá dando uma vista de olhos de vez em quando para ver se surge algo que corresponde ao seu perfil e às suas expetativas.

Nós ajudamos a encontrar
o emprego certo para si.

Nós ajudamos a encontrar os
candidatos certos para a sua empresa.