Como responder à pergunta “Quais são as suas expectativas salariais?”

Jovem sorridente em entrevista

Por em Entrevista


Numa candidatura ou numa entrevista a pergunta “Quais são as suas expectativas salariais?” está quase sempre presente e tentamos ao máximo desviarmo-nos dela.

Esta é aquela pergunta que ninguém quer responder mas que tem que ser feita pelo recrutador. Por um lado você tem receio de pedir um salário alto mas por outro não quer ver o seu trabalho menosprezado. Se você arrisca um número alto a probabilidade de ser excluído é enorme, se arriscar um número demasiado baixo vai estar a dar uma benesse à empresa.

Cursos de Formação com Desconto →

Esta pergunta quando é feita tem um propósito, excluir à partida candidatos com muitas expectativas salariais, e é um alerta para quem se candidata uma vez que a empresa já tem definido um valor pelo qual pretende pagar e raras são as excepções em que esse valor é ultrapassado.

Numa Candidatura

Em muitos anúncios de emprego quer seja na Internet ou nos jornais é feita esta pergunta e muitos candidatos com medo dela deixam essa questão em branco ou não referem qualquer tipo de salário. É um erro não informar as suas expectativas salariais uma vez que pode ser logo excluído por falhar um requisito importante.

Analise o mercado e o seu último salário, pergunte a colegas que conhece na sua área qual o valor adequado para a vaga e determine um salário mínimo pelo qual não aceitaria baixar mais do que isso. Coloque mais 10% a 15% para ter margem em caso de receber uma contraproposta.

Você deve ter a capacidade de negociar o seu salário na entrevista e não ter receio de lançar números que considera justos para a sua experiência e qualificações.

Durante uma Entrevista

Se a pergunta não foi feita no anúncio que viu o mais certo é ela ser feita durante a entrevista, e nesse caso após receber o agendamento da mesma deverá começar logo a pensar numa resposta para ela.

Para chegar a um número razoável poderá utilizar o método referido para uma candidatura, no entanto deverá considerar pormenores que só na entrevista vai conseguir saber como compensações e pagamentos de horas extraordinárias.

Não se deixe influenciar pelo espírito amigável da conversa e além do número que lançar explique porque chegou a ele e quais as suas competências que o justificam. Também não fique aborrecido se uma contraproposta surgir de imediato ou se lhe disserem que o número é demasiado elevado para o que pretendem pagar, e tente negociar a sua margem até atingir o mínimo aceitável para si.

Nós ajudamos a encontrar
o emprego certo para si.

Nós ajudamos a encontrar os
candidatos certos para a sua empresa.