Como evitar escolher a carreira profissional errada

Jovem descontente

Por em Carreira


Um das decisões mais importantes das nossas vidas é a escolha da carreira que queremos seguir, muito cedo, quando ainda estamos a meio da nossa formação.

É complicado para um jovem ter que escolher o que quer seguir profissionalmente sem ter uma ideia de como será o mercado dentro de 6 ou 7 anos. Também é difícil escolher algo quando de um lado está a família a puxar para uma área, os amigos a tentar dissuadir para outra e ainda a escola que sem muitos indicadores aponta para outra.

Se um jovem tiver na sua mente uma ideia clara do que quer seguir torna-se tudo mais fácil, mas ainda assim pode acontecer ter que decidir entre 4 opções diferentes, sendo que os pais acabam sempre por levar a melhor. Por pensarem que estão corretos e acharem que estão a fazer o melhor para os seus filhos, acabam por levá-los a optar por algo que eles não gostam, e que um dia mais tarde acabaram por deixar de lado para seguir os seus sonhos.

Cursos de Formação com Desconto →

É importante ouvir os pais e ter uma ideia do que eles pensam até porque têm mais experiência de vida, mas a decisão terá que ser sempre do jovem e nunca dos pais. Esta é uma das principais razões que leva ao insucesso profissional quando somos adultos, outra é decidirmos enveredar por uma carreira que julgamos que paga bem e um dia mais tarde verificamos que não era bem assim.

É uma decisão difícil, que é tomada demasiado cedo para jovens na maioria das vezes imaturos. Deve ser tomada pelos próprios em consonância com os familiares e a escola, mas que deve refletir o seu gosto pessoal, as suas capacidades, a sua personalidade e o seu interesse.

Mudar de carreira mais tarde

A mudança de carreira está na mente de muitos desempregados e profissionais, que ora estão sem emprego ou sentem-se pouco realizados com o emprego que têm. Não existe uma altura ideal para mudar de carreira, ela deve ser feita quando a pessoa se sente preparada para assumir esse desafio, e deve implicar a renovação ou aprendizagem de novos conhecimentos e a aquisição de novas competências.

No caso de realizar trabalhos em regime freelancer ou part-time numa área complementar, toda essa experiência e conhecimentos é valorizada e pode catapultá-lo(a) para o profissionalismo com o aperfeiçoamento dessa capacidades.

Mesmo numa idade mais avançada e com alguma experiência de vida acumulada, podemos perfeitamente errar na escolha de uma nova carreira. Afinal estamos a sair da nossa zona de conforto para arriscarmos numa área onde temos pouca experiência e conhecimentos, e que poderá não refletir a ideia inicial que tínhamos.

Também em adultos temos de ser capazes de ouvir opiniões e decidir pela nossa cabeça, e é preciso ter consciência que arriscar numa nova carreira é como abrir um negócio – é sempre um risco. Tudo depende daquilo que você tem a perder, e não vá em cantigas de rendimentos chorudos, ninguém dá nada a ninguém sem trabalho.

Nós ajudamos a encontrar
o emprego certo para si.

Nós ajudamos a encontrar os
candidatos certos para a sua empresa.