Reforço de 100 milhões de euros destinados ao emprego

Cozinha

Por em Notícias


Esta verba já estava prevista, não se tratando de um reforço orçamental, mas de um desbloquear deste dinheiro para que o IEFP possa avançar em novas políticas e projectos de emprego.

No nosso país, para se poder efetuar uma despesa, tem que se cumprir a lei dos compromisssos, ou seja, tem que haver dinheiro disponível e só assim se pode assumir o compromisso daquela despesa. Em linguagem simples, quer dizer pagá-la.

Ora esta situação impossibilitou o IEFP de fazer uso destes milhões de euros, pois estavam bloqueados e não disponíveis, como tal não puderam ser utilizados.

Agora, com o reverso desta situação, a cada trimestre, o IEFP terá disponível 150 mihões de euros contra os cerca de 40 milhões até agora disponíveis, para aplicação em políticas

O atraso na disponibilização destas verbas deveu-se ao anterior governo que antecipou a utilização deste dinheiro, deixando sem montante disponível o início deste ano.

Nós ajudamos a encontrar
o emprego certo para si.

Nós ajudamos a encontrar os
candidatos certos para a sua empresa.