Faltam profissionais qualificados nas áreas das tecnologias e engenharia

Servidores

Por em Notícias


Há sinais positivos por parte das empresas portuguesas, em contratar pessoas para estas áreas e terem dificuldades nessa contratação.

Para esta situação contribuiu a saída, para o estrangeiro, de mais de 100 mil profissionais qualificados, por falta de oportunidades de carreira no nosso país e condições atractivas oferecidas por outros países.

No ano passado já se registou um aumento de contratações, mas mesmo assim existe uma grande dificuldade em dar resposta a todos os pedidos de profissionais qualificados em áreas tecnológicas, agricultura, turismo e saúde.

Para que Portugal cresça economicamente e gere mais empregos, tem que existir um clima estável e calmo ao nível da governação, para que as empresas tenham uma base sustentável para execução dos seus planos a todos os níveis.

No presente ano, e com uma previsão de maior estabilidade financeira, existe um clima de maior confiança, por parte das empresas em que 2016 seja um ano de progressos no mercado de trabalho.

Por outro lado, a saída de profissionais qualificados também tem o seu lado positivo, isto significa que outros países sentem-se atraídos pelos conhecimentos e talentos dos nossos profissionais. Estes, por seu lado, desejam ter acesso a novas oportunidades, conhecimentos e experiências que o estrangeiro oferece.

Para reverter esta situação é importante que Portugal ofereça estabilidade e que a economia nacional ganhe dinamismo e as empresas comecem a recrutar pessoas. Só desta maneira, poderemos atrair novamente estes profissionais oferecendo-lhes desenvolvimento nas carreiras, formação contínua, conhecimentos e boas práticas internacionais de maneira a regressarem ao seu país e colocarem estes conhecimentos ao serviço das empresas portuguesas.

 

Nós ajudamos a encontrar
o emprego certo para si.

Nós ajudamos a encontrar os
candidatos certos para a sua empresa.