Facebook novamente envolvido em polémica

Facebook

Por em Notícias


Nos Estados Unidos, o Facebook está a ser acusado de ajudar os empregadores a discriminar os candidatos, com base no seu género, nos anúncios de emprego.Segundo queixa, apresentada por uma mulher, vários empregadores estão a utilizar o serviço de anúncios de emprego, da rede social, para criar propostas destinadas exclusivamente a utilizadores do sexo masculino e que também preferem os trabalhadores mais jovens.

Em resposta, a rede social diz que não há lugar para discriminações.

Por sua vez, um grupo encarregue de procurar emprego no Facebook, no período compreendido entre Outubro de 2017 e Agosto deste ano, e em cada posto de trabalho em que carregavam, aparecia uma explicação que incluía o género, idade e viverem numa dada região, à pessoa que recebia o anúncio.

Segundo as leis dos Estados Unidos, é proibido publicar anúncios de emprego relativos a um determinado género, de modo a impedir as mulheres de chegar a trabalhos bem pagos e a boas oportunidades económicas.

Nós ajudamos a encontrar
o emprego certo para si.

Nós ajudamos a encontrar os
candidatos certos para a sua empresa.