Em média, os salários aumentaram 3,7% para quem está empregado

Dinheiro Euros

Por em Notícias


Em 2017, a remuneração média manteve-se quase estagnada.

Os trabalhadores que continuaram empregados tiveram, em média, um aumento nominal de 3,7%  e de 2,8% em termos reais. Se se excluírem os trabalhadores com salário mínimo, que foi aumentado em 2018, essa percentagem desce para 3,3%.

A larga maioria de pessoas manteve o emprego, mas uma minoria, cerca de 200 mil, trocou de emprego e conseguiu um aumento mais significativo, que se traduz em 7,8% em termos nominais e 6,9% em termos reais.

Os novos trabalhadores, que regressam de situações de desemprego ou que têm o primeiro emprego, recebem menos do que o salário médio dos trabalhadores que já estão empregados. Quando há um aumento de criação de emprego, a média da remuneração diminui. Em períodos de desemprego, a tendência é o salário médio subir, uma vez que as pessoas mais afectadas pelo desemprego são as que têm empregos mais precários e salários mais mal pagos.

Nós ajudamos a encontrar
o emprego certo para si.

Nós ajudamos a encontrar os
candidatos certos para a sua empresa.