Diminuição da Natalidade devido à Instabilidade no Emprego

Gravidez

Por em Notícias


Este é o mais poderoso factor para a queda da população portuguesa projectada pela Comissão Europeia.

As projecções apontam para que a população portuguesa irá sofrer uma redução em 23% até 2070, para 8 milhões de pessoas. Cenário que tem de ser contrariado com medidas que corrijam as principais causas, como a diminuição da natalidade e o aumento da emigração.

Como as famílias vivem uma grande instabilidade no emprego, é difícil ter mais filhos. Entre 2010 e 2011, havia cerca de 100 mil nascimentos por ano em Portugal. Presentemente, nascem 83 mil crianças anualmente, o que representa uma redução de cerca de 17%, num curto espaço de tempo. Um dos motivos é porque as condições económicas e sociais não permitem ter mais filhos.

O Governo está a trabalhar em novas medidas para incentivar a natalidade, as quais passam por haver mais confiança no trabalho, e alterações laborais para combater a precariedade.

Outro factor importante é o da emigração, já que o número de emigrante continua a ser superior ao dos imigrantes, pesando de forma significativa na redução da população activa.

Em 2017, o saldo já foi mais equilibrado, mas nos anos transactos houve uma grande diminuição da população activa por ter havido uma emigração superior à imigração.

Nós ajudamos a encontrar
o emprego certo para si.

Nós ajudamos a encontrar os
candidatos certos para a sua empresa.