Desde a entrada da Troika, ficou mais fácil reduzir os sálários e o despedimento de trabalhadores

protection-917439_1280

Por em Notícias


Segundo um estudo do Banco Central Europeu )BCE, depois do programa, implementado pela Troika, ficou mais fácil despedir e reduzir salários em Portugal.

A mesma opinião têm as empresas, cerca de um terço, que consideram que ficou mais fácil tomar estas medidas.

O despedimento individual, entre os anos de 2010 e 2013, era um grande obstáculo para as empresas poderem fazer ajustamentos no seu pessoal, o que depois da implementação das medidas internacionais se tornou muito menos difícil.

Derivado ao clima económico, durante esse período, países como Portugal tiveram que fazer um esforço e as empresas tiveram que se ajustar.

Dentre os países mais afectados pela crise económica, em número de sete, Portugal regista a terceira maior posição.

Resultado este obtido pela Rede de Dinâmica Salarial, que é um projecto de investigação de economistas do BCE e de 25 bancos centrais da União Europeia, incluindo o Banco de Portugal.

Em Portugal a redução do emprego foi a alteração mais utilizada, seguindo-se o congelamento de salários. Este congelamento foi em, 2010, de 25% contra os quase 40% em 2013.

 

 

 

Nós ajudamos a encontrar
o emprego certo para si.

Nós ajudamos a encontrar os
candidatos certos para a sua empresa.